Com 50 metros de altura e 45 minutos de largura, o Arco do Triunfo é um gigante que se ergue em meio à uma das mais famosas avenidas do mundo, a Champs-Élysées. Inaugurado em 1836, o Arc de Triomphe foi erguido em homenagem às batalhas vencidas por Napoleão Bonaparte. Por isso, nele estão gravados os nomes de mais de 120 batalhas travadas pelo icônico general francês. Durante mais de 100 anos permaneceu com o título de arco do triunfo mais alto do mundo.

História

O Arco do Triunfo teve sua idealização e inicio da construção em 1806, pelo arquiteto Jean Chalgrin, após uma das inúmeras batalhas de Napoleão. Os 2 primeiros anos foram apenas os alicerces do arco, porém em 1814, com a queda do Imperador, as obras foram paradas, e só voltaram a ser retomadas após 1830. Suas obras foram concluídas e o arco foi inaugurado em 1836, no reinadi de Luis Felipe I.
O corpo de Napolão Bonaparte passou sob seu arco antes de ser levado para sua sepultura, no Hotel des Invalides.

Restaurado e branqueado nos anos de 1966-67, o Arco do Triunfo atualmente serve de ponto de partida para desfiles militares de 14 de julho, o dia da Queda da Bastilha.

Após a construção do Grande Arco da Defesa, em 1982, em conjunto com o arco do triunfo do carrossel do Louvre, os 3 arcos formam o que hoje é conhecido como Eixo Histórico.

Como chegar ao Arco do Triunfo

Localizado no alto da avenida Champs-Élysées, é muito fácil chegar ao arco pela linha amarela do metrô, ou também de ônibus. Para ir de bicicleta, é preciso ter um pouquinho mais de fôlego, já que o trecho final do percurso é uma subida leve porém longa, de qualquer ponto que você venha.

Após chegar na região do arco, não é preciso se aventurar tentando atravessar a movimentadíssima rotatória que o cerca. Existem algumas passagens subterrâneas que levam ao monumento, passando por baixo da rotatória, e também a saída da estação de trem (RER) vermelha, Charles de Gaulle Étoile. Além do trem, nesta estação também passam as linhas azul 2 e verde 6 do metrô.
Já pela linha amarela 1, é possível descer na estação George V, que fica ainda na Champs-Élysées, porém a poucos minutos de uma das passagens subterrâneas para o Arco do Triunfo.